Os Jurisconsultos no Direito Romano

By: Anavitarte, E. J.*

Os jurisconsultos foram os principais estudiosos do direito que interpretaram as normas romanas e cujas interpretações se tornaram obrigatórias como fontes de direito para juízes e magistrados.

Suas obras ─Ulpiano, Paulo, Gaio─, permitiram aos romanistas posteriores compreender o real alcance das instituições jurídicas do povo romano, que nas leis, refletia-se sem muito cuidado em detalhes.

Assim, e sobretudo durante os períodos clássico e pós-clássico, caberia aos jurisconsultos interpretar de forma inequívoca a maioria das instituições legalmente criadas, e mesmo as de criação costumeira, papel muito semelhante ao ocupado pela jurisprudência pretoriana em períodos anteriores, mas de uma forma mais sistemática e ordenada.

It is a long established fact that a reader will be distracted by the readable content of a page when looking at its layout. The point of using Lorem Ipsum is that it has a more-or-less normal distribution of letters, as opposed to using 'Content here, content here', making it look like readable English.

You must log in to access this content
Iniciar con Google
Iniciar con Facebook
x