O Jus Gentium no Direito Romano

By: Anavitarte, E. J.*

ius gentium ou 'direito das gentes', é o corpo de instituições jurídicas que os romanos consideravam comuns a todas as sociedades humanas, portanto, aplicáveis ​​a qualquer pessoa livre.

Este corpo jurídico opunha-se ao ius civile (-is), que era exclusivo da sociedade romana, pelo que durante o período pré-clássico só se aplicaria aos estrangeiros da cidade de Roma, embora durante o período clássico essas divisões tenham se tornado mais flexíveis. , e poderia ser aplicado a qualquer pessoa livre. A sua natureza isolada do ius civile fez com que a sua fonte principal fosse o ius honorarium praetorio.

Os romanos ─que compreendiam a inusitada natureza de seu direito─ consideravam como parte do ius gentium as normas aplicáveis ​​em todas as sociedades civilizadas, como a troca ou a venda, em oposição àquelas exclusivas do povo romano.

It is a long established fact that a reader will be distracted by the readable content of a page when looking at its layout. The point of using Lorem Ipsum is that it has a more-or-less normal distribution of letters, as opposed to using 'Content here, content here', making it look like readable English.

You must log in to access this content
Iniciar con Google
Iniciar con Facebook
x