O Dote de Casamento no Direito Romano

By: Anavitarte, E. J.*

O dote é um patrimônio agrupado em um regime único, singular e indivisível, que a família da mulher dá ao marido para contribuir com a manutenção do lar.

Esse patrimônio tinha características únicas, pois era necessário criar condições que garantissem a subsistência da mulher em casos como a morte do marido ou o repúdio.

A mulher em geral nunca poderia ter a titularidade plena dos direitos quiritários, portanto ela não poderia configurar um patrimônio em si mesma, portanto o dote era tanto uma dádiva quanto uma representação do patrimônio da mulher.

It is a long established fact that a reader will be distracted by the readable content of a page when looking at its layout. The point of using Lorem Ipsum is that it has a more-or-less normal distribution of letters, as opposed to using 'Content here, content here', making it look like readable English.

You must log in to access this content
Iniciar con Google
Iniciar con Facebook
x